Empreendedorismo

Empreendedorismo


O tema do empreendedorismo tem vindo a ganhar destaque nos últimos anos, uma vez que tem vindo a ser percepcionado pelos agentes políticos como uma potencial forma de criação de emprego e de negócios com elevado valor acrescentado, o que é particularmente relevante numa fase em que o abrandamento económico generalizado leva ao aumento das taxas de desemprego.

 De acordo com a Comissão Europeia,  o empreendedorismo pode ser definido como:

a capacidade de um indivíduo transformar ideias em acção. Inclui creatividade, inovação e a tomada de riscos, bem como a cabacidade de planear e gerir projetos de forma a atingir os objetivos ... deve incluir a preocupação com valores éticos e promover a boa governação.” (European Communities, 2007).

 Na realidade o empreendedorismo é reconhecido pela Comissão Europeia como sendo uma das competências-chave da Europa, contribuindo não só para o desenvolvimento sócioeconómico, mas também para uma maior participação cívica (Redford, 2013). O conhecimento e as capacidades necessárias para se desenvolver o empreendedorismo estão associadas à capacidade de identificar oportunidades a nível pessoal,  profissional e mesmo de novos negócios. Os empreendedores devem também ter consciência da posição ética que as empresas podem adotar e do papel que elas podem ter na implementação de negócios sustentáveis.

Uma atitude empreendedora é caracterizada pela iniciativa, pró-atividade, independência, inovação, criatividade e pela capacidade de negociar e planear as várias actividades associadas a um negócio. Um empreendedor é também aquele que encara as falhas dos seus projetos como aprendizagens constantes e que lhe permitem, na próxima, etapa, melhorar e aperfeiçoar o seu modelo de negócio. Uma sociedade empreendedora é aquela que respeita as falhas e encoraja a novas ideias e os novos negócios.

A Plataforma para a Educação do Empreendedorismo em Portugal (PEEP) surge precisamente com o objetivo de promover uma nova cultura de empreendedorismo, e como tal constitui-se como uma organização de referência nacional nestas matérias.